Escolha

Apesar do medo
escolho a ousadia.
Ao conforto das algemas,prefiro
a dura liberdade.
Voo com meu par de asas tortas,
sem o tédio da comprovação.

Opto pela loucura,com um grão
de realidade:
meu ímpeto explode o ponto,
arqueia a linha,traça contornos
para os romper.

Desculpem,mas devo dizer:
eu quero o delírio.

Lya Luft

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.