Skip to content
Arte da Vida

Oração ao Espírito Santo

Espírito Santo, hóspede amável dos corações! Manifestai-nos o sentido profundo do Grande Jubileu e disponde o nosso espírito para o celebrarmos com fé, na esperança que não desilude, na caridade desinteressada.

Espírito de Verdade, que perscrutais as profundezas de Deus, memória e profecia da Igreja, levai a humanidade a reconhecer, em Jesus de Nazaré, o servo da glória, o salvador do mundo, o cumprimento supremo da História.

Espírito Criador, secreto construtor do Reino, com a força dos vossos dons, dirigi a Igreja para transpor com coragem o limiar do novo milênio, a fim de levar às gerações que hão de vir a luz da palavra salvadora.

Espírito de Santidade, sopro divino que incita o universo, vinde e renovai a face da terra. Suscitai nos cristãos o desejo da unidade plena, para serem, no mundo, sinal e instrumento eficaz da união com Deus e da unidade de todo o gênero humano.

Espírito de Comunhão, alma e sustentáculo da Igreja, fazei que a riqueza de carismas e ministérios contribua para a unidade do Corpo de Cristo, fazei que leigos, consagrados e ministros ordenados concorram unânimes para a edificação do único Reino de Deus.

Espírito de Consolação, fonte inesgotável de alegria e de paz, despertai a solidariedade por quem vive na miséria, proporcionai aos doentes o conforto de que precisam, infundi em quem se acha na provação firmeza e esperança e, em todos, reavivai o empenho por um futuro melhor.

Espírito de Sabedoria, que sensibilizai as inteligências e os corações, orientai o caminho da ciência e da técnica para o serviço da vida, da justiça e da paz. Tornai fecundo o diálogo com os membros de outras religiões, fazei que as diversas culturas se abram aos valores do Evangelho.

Espírito de Vida, por cuja obra o Verbo se encarnou no seio da Virgem, mulher do silêncio e da escuta, tornai – nos dóceis às sugestões do vosso amor e sempre prontos a acolher os sinais dos tempos que vós colocais nos caminhos da História.

A vós, Espírito de Amor, com o Pai onipotente e o Filho unigênito, seja dado louvor, honra e glória pelos séculos sem fim.
Amém.

João Paulo II – Oração em preparação ao Grande Jubileu do ano 2000