Derrube o corvo!

DERRUBE O CORVO!

Derrube o corvo
Que grita dentro de ti
Metralhe-o…
Com uma gargalhada.

Faça suas penas
Se espalharem pela cidade
E todos saberão:
Que o teu “eu agourento” tombou.

Quebre o tronco onde ele se esconde…
Feitos de lembranças feias e dores
Modelado em sentimentos ruins.
Faça ele ruir…Com raios de esperança.

Fure os olhos desse safado
Que só sabe olhar pro lado
Das desgraças e da falta.
Mostre que a abundância
Vem de dentro… E vem do alto!
Arrase a falta… Com gratidão!

Corte as asas da auto-sabotagem
Mostre que quem tem coragem
Se não tem asas… Vai a pé!
Mas sempre chega onde quer!

Crie coragem
Derrube o corvo
Que ronda tua mente
Que te faz ser descrente
E não te deixa voar.

Derrube o corvo
Que grita dentro de ti
Metralhe-o…
Com uma gargalhada!

Victtoria Rossini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.