Mensagem de Chico Xavier



-Sua generosidade chamará a bondade alheia em seu socorro.
sua simplicidade solucionará problemas para muita gente.
sua complexidade provocará muita dissimulação no próximo.
sua indiferença fará manifesta frieza nos outros.
seu desejo sincero de paz garantirá tranquilidade no caminho.
Seu propósito de guerrear dará frutos de inquietação.
sua franqueza contundente receberá frases rudes.
sua distinção edificará maneiras corretas naqueles que o seguem.
sua espiritualidade superior incentivará sublimes construções
espirituais.
Diariamente, semeamos e colhemos. a vida é também um solo que recebe e produz eternamente.
(Chico Xavier pelo espìrito de André Luiz).

Nasceste no lar que precisavas…
Vestiste o corpo físico que merecias…
Moras onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com teu adiantamento.
Possuis os recursos financeiros coerentes com as tuas necessidades: nem mais, nem menos… Mas o justo para as tuas lutas terrenas. Teu ambiente de trabalho é o que elegeste espontaneamente para a tua realização.
Teus parentes, amigos são as almas que atraístes, com tua própria afinidade. Portanto, teu destino está constantemente sobre teu controle… Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais buscas, expulsas, modificas tudo aquilo que te rodeia a existência…
Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes… São as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivência.
Não reclames nem te faças de vítima.
Antes de tudo, analisa e observa… A mudança está em tuas mãos. Reprograme tua meta, busque o bem, e viverás melhor…
“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora, e fazer um novo fim…”

O problema que te preocupa talvez te pareça
excessivamente amargo ao coração.
E tão amargo que talvez não possas comentá-lo, de pronto.
Às vezes, a sombra interior é tamanha que tens
a idéia de haver perdido o próprio rumo.
Entretanto, não esmoreças.
Abraça o dever que a vida te assinala.
Serve e ora.

A prece te renovará energias.
O trabalho te auxiliará.
Deus não nos abandonará.
Faze silêncio e não te queixes.
Alegra-te e espera porque o Céu te socorrerá.
Por meios que desconheces, Deus permanece agindo.

LIBERTE SUA ALMA
Não se prenda à beleza das formas efêmeras. A flor passa breve.
Não amontoe preciosidades que pesem na balança do mundo. As correntes de ouro prendem tanto quanto as algemas de bronze.
Não se escravize às opiniões da leviandade ou da ignorância. Incitatus, o cavalo de Calígula, podia comer num balde enfeitado de pérolas, mas não deixava, por isso, de ser um cavalo.
Não alimente a avidez da posse. A casa dos numismatas vive repleta de moedas que serviram a milhões e cujos donos desapareceram.
Não perca sua independência construtiva a troco de considerações humanas. A armadilha que pune o animal criminoso é igual à que surpreende o canário negligente.
Não acredite no elogio que empresta a você qualidades imaginárias. Vespas cruéis por vezes se escondem no cálice do lírio.
Não se aflija pela aquisição de vantagens imediatas na experiência terrestre. Os museus permanecem abarrotados de mantos de reis e de outros “cadáveres de vantagens mortas”.
André Luiz
Livro: Agenda Cristã. Edição de Bolso, 3ª ed., 1999.
Autor: Francisco Cândido Xavier

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *