Frases de Mário Quintana



“A esperança é um urubu verde.”

“Só a poesia possui as coisas vivas. O resto é necrópsia.”

“O trabalho é a farra dos velhos.”

“A imaginação é a memória que enlouqueceu”

“Nós não perdemos os mortos, os mortos é que nos perdem.”

“O pior dos problemas da gente é que ninguém tem nada com isso.”

“Os verdadeiros analfabetos são os que aprendem a ler e não lêem.”

“O luar, é a luz do Sol que está sonhando”

“A noite acendeu as estrelas porque tinha medo da própria escuridão.”

“Às vezes a gente pensa que está dizendo bobagens e está fazendo poesia.”

“Quem fica viúvo é o defunto…
Por que este não casa mais.”

“Tão bom morrer de amor! E continuar vivendo…”

“O destino é apenas o acaso com mania de grandeza.”

“Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho.”

“Uma vida não basta ser vivida, precisa ser sonhada.”

“A mentira é uma verdade que se esqueceu de acontecer.”

” A amizade é uma espécie de amor que nunca morre”

“sempre que chove, tudo faz tanto tempo…”

“O mal dos aviões é que não se pode descer a toda hora para comprar laranjas.”

“A vida é tão bela que chega a dar medo.”

“Não gosto da arquitetura nova, Porque a arquitetura nova não faz casas velhas.”

“O hipopótamo é um bruto sapatão afogado.”

“Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro.”

“Mentira é a verdade que esqueceu de acontecer.”

“Mas que susto não irão levar essas velhas carolas se Deus existe mesmo…”

“O leitor que mais admiro é aquele que não chegou até a presente linha. Neste momento já interrompeu a leitura e está continuando a viagem por conta própria. ”

“E essas que enxugam as lágrimas em nossos poemas com defluxos em lenços… Oh! tenham paciência, velhinhas… A poesia não é uma coisa idiota: a poesia é uma coisa louca!”

“A gente pensa uma coisa, acaba escrevendo outra e o leitor entende uma terceira coisa… e, enquanto se passa tudo isso, a coisa propriamente dita começa a desconfiar que não foi propriamente dita.”

“A preguiça é a mãe do progresso!”

“Dizem que sou tímido. Nada disso! Sou calado, introspectivo. Não sei porquê sujeitam os introvertidos a tratamentos. Só por não poderem ser chatos como os outros?”

“A morte é a libertação total: a morte é quando a gente pode, afinal, estar deitados de sapatos.”

“Dizem que sou modesto. Pelo contrário, sou tão orgulhoso que acho que nunca escrevi algo à minha altura.”

“Não me envergonho de mudar de idéia, não me envergonho de pensar.”

“Minh’alma louca há de sair cantando
Naquela nuvem que está parada
E mais parece um lindo barco a vela!”

“O mais trágico dessas reuniões sociais é que elas são compostas unicamente de terceiros.”

“Antes de mais nada,um cachorro serve pra gente falar sozinho… Que o digam esses vagabundos de estrada, a quem pode faltar tudo na vida, menos um cachorro…”

“Há sempre um chinês, Mister Yong, dentro de nós, que dentro do teatro, descansado e distraído, conta carecas na platéia.”

“Desconfia dos que não fumam: esses não tem vida interior, não tem sentimentos. O cigarro é uma maneira disfarçada de suspirar.”

” Ah! Pobre amigo, nunca saibas tu
como é ridículo o amor… alheio.”

“No palco a Estupidez, para ser vista
e a Inteligência na platéia, a rir…”

“Já trazes, ao nascer, tua filosofia.
As razões? essas vêm, posteriormente.”

“O livro traz a vantagem de a gente poder estar só e ao mesmo tempo acompanhado.”

“O que mais enfurece o vento são esses poetas invertebrados que o fazem rimar com lamento.”

“Livro bom, mesmo, é aquele de que às vezes interrompemos a leitura para seguir — até onde? — uma entrelinha… Leitura interrompida? Não. Esta é a verdadeira leitura continuada.”

“Alguém já se lembrou de fazer um estudo sobre a estatística dos provérbios? Este, por exemplo: “Quem cospe para o céu, na cara lhe cai”. Tal desarranjo sintático faria a antiga análise lógica perder de súbito a razão.”

“E nunca me perguntes o assunto de um poema: um poema sempre fala de outra coisa.”

“O poema essa estranha máscara mais verdadeira do que a própria face.”

“Esses que pensam que existem sinônimos, desconfio que não sabem distinguir as diferentes nuanças de uma cor.”

“Um poema que ao lê-lo, nem sentirias que ele já estivesse escrito, mas que fosse brotando, no mesmo instante, de teu próprio coração.”

COMENTE PELO SITE!

*


eXTReMe Tracker