Frases de Fernando Pessoa

“o valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis” “A liberdade é a possibilidade do isolamento. Se te é impossível viver só, nasceste escravo.” “Despreza tudo, mas de modo que o desprezar te não incomode. Não […]

Versos Íntimos – Augusto dos Anjos

Versos Íntimos Vês?! Ninguém assistiu ao formidável Enterro de tua última quimera. Sómente a Ingratidão — esta pantera — Foi tua companheira inseparável! Acostuma-te à lama que te espera! O Homem, que, nesta terra miserável, Mora, entre feras, sente inevitável Necessidade de também ser fera. Toma um fósforo. Acende teu cigarro! O beijo, amigo, é […]

Aniversário – Álvaro de Campos

No TEMPO em que festejavam o dia dos meus anos, Eu era feliz e ninguém estava morto. Na casa antiga, até eu fazer anos era uma tradição de há séculos, E a alegria de todos, e a minha, estava certa com uma religião qualquer. No TEMPO em que festejavam o dia dos meus anos, Eu […]

Adiamento – Fernando Pessoa

Depois de amanhã, sim, só depois de amanhã… Levarei amanhã a pensar em depois de amanhã. E assim será possível; mas hoje não… Não, hoje nada; hoje não posso. A persistência confusa da minha subjetividade objetiva, O sono da minha vida real, intercalado, O cansaço antecipado e infinito, Um cansaço de mundos para apanhar um […]

Mestre – Fernando Pessoa

Mestre, meu mestre querido! Coração do meu corpo intelectual e inteiro! Vida da origem da minha inspiração! Mestre, que é feito de ti nesta forma de vida? Não cuidaste se morrerias, se viverias, nem de ti nem de nada, Alma abstrata e visual até aos ossos, Atenção maravilhosa ao mundo exterior sempre múltiplo, Refúgio das […]

Análise – Fernando Pessoa

Análise Tão abstrata é a idéia do teu ser Que me vem de te olhar, que, ao entreter Os meus olhos nos teus, perco-os de vista, E nada fica em meu olhar, e dista Teu corpo do meu ver tão longemente, E a idéia do teu ser fica tão rente Ao meu pensar olhar-te, e […]

Poema em Linha Reta – Álvaro de Campos

Poema em Linha Reta Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo. E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil, Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita, Indesculpavelmente sujo. Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho, Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, […]

Amor – Poema de Fernando Pessoa

O amor quando se revela Não se sabe revelar Sabe bem olhar pra ela Mas não lhe sabe falar. Quem quer dizer o que sente Não sabe o que há de dizer Fala: parece que mente Cala: parece esquecer Mas se ela adivinhasse, Se pudesse ouvir o olhar, E se um olhar lhe bastasse Pra […]